Quem sou eu

Minha foto

Cantora, compositora, escritora, psicóloga, amante da arte, da vida... Peregrina, estrangeira, mortal entre audaciosos mortais...

domingo, 5 de março de 2017

Dia da Anna...

Mãe... Eu fiz um laço... E é rico!
Tenta tantas preciosidades!
Anna, eu não poderia deixar de vir aqui para agradecer pelo dom da sua vida.
Agradecer pelo dia que Deus permitiu a você, vir nesse mundo, para ser outro pedaço meu que se espalhou por aí.
Sim, Anna!
Nossas semelhanças, são tantas, que às vezes me vejo como sendo apenas mais um retalho de uma grande obra, que volta e meia encontra as outras partes e se costura nelas, para dar conta dessa missão, de estar aqui e não pertencer a essas terras...
Eu, me vejo estrangeira! E ser assim, com uma estrangeira de coração gigantesco como o seu, firma meus passos, rumo ao céu!
Sua amizade é fácil... Tem gosto de céu... Tem o calor do sopro dos anjos!
Quando vim pra cá, perdi tanto... Difícil aprender a andar, depois de tantas quedas... As vértebras não correspondem como gostaria. Mas Deus na sua infinita bondade me presenteia com uma irmã!
Como isso é maravilhoso!
Quantas vezes nos vimos?
Quantas??
E é engraçado, que toda vez que estamos partilhando, me vejo em Cachoeira, sentada na varanda daquela casa que ficava no alto, olhando pra gruta e vendo por trás dela, os trilhos e um pouco dos montes...
Faz tanto tempo isso...
Mas é uma lembrança tão próxima, que tem até cheiro... Cheiro da umidade daquele lugar... E as marcas de terra num all star velho...
Anna, obrigada!
Obrigada por essa amizade!
Hoje, no seu dia, agradeço à Deus, por ter me dado uma Anna!
Essa que eu posso olhar e me ver, porque eu sei que dói, ri, ama, solidariza, partilha, como eu...
Que coisa mais linda!!
Obrigada Anna!
Feliz aniversário!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário