Eu te amo!

Como se continua, depois que a verdade é descoberta?
Como você olha pra frente, depois que enxerga por debaixo do véu e finalmente vê que não era tão belo, como você pensava?
Como é que se dá o primeiro passo, depois da queda?
Não me sentava aqui há tanto tempo... 
Pensei que já tivesse sacramentado a parte dessa escrita, mas parece que ela nunca morre...
Como é que se confia, depois que você vê que o outro lado não é tão seguro, como você pensou?
Como, eu poderia colocá-la lá e não sentir que uma parte de mim está indo embora, talvez pra sempre?
O talvez dói... 
Dói, como uma lança passada no fogo, cortando seus membros, atravessando pelo meio e vazando do outro lado do peito.
O talvez, o que não posso contornar ainda, a sensação do que pode ser são aterrorizantes... Porque até ser, não se pode fazer... E sinto-me como se estivesse amarrada...
Com se meu algoz estivesse ali, dizendo o que vai fazer, passo à passo de como pretende me ferir, me deixando apenas na expectativa.
E como já me bate um cansaço, que às vezes não sei se sou capaz de suportar, fecho os olhos e apenas espero que aconteça logo, pra que de alguma forma eu consiga reagir...
Por outro lado, pensar em você indo pra lá, me atormenta tanto, que me tira o ar... Penso em quando você chorar e me quiser por perto... Penso, na hora de dormir, quando sou eu que espanto o lobo da sua cama pra que você possa dormir melhor... Penso, em como vai doer, quando eu não ouvir, você dizer que estou fantástica...
Você é meu bem maior!
A melhor lição sobre ser melhor que Deus poderia ter me dado!
A melhor maneira de aprender a ser forte, que eu poderia ter!
Deus te proteja, como tem me protegido!
Deus te guie, como tem me guiado!
Deus seja tua sombra, como tem sido a minha!
Deus te guarde, como tem me guardado!
Eu te amo!

Comentários

Postagens mais visitadas