Quem sou eu

Minha foto

Cantora, compositora, escritora, psicóloga, amante da arte, da vida... Peregrina, estrangeira, mortal entre audaciosos mortais...

terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Cacto...

Se eu não disser algo, vou morrer entalada...
Não importa o quanto você ache ruim... Não importa se você não entende...
Eu só preciso acomodar as coisas dentro de mim e isso as vezes pode doer mais do que você possa imaginar...
Não é tão simples e nem eu tenho bem as respostas certas pra esse tipo de coisa... E acho que se tivesse, isso aqui seria desnecessário...
Vontade de colocar a mochila nas costas e sumir! Mas ao mesmo tempo, vontade de simplesmente ficar por aqui mesmo e mais uma vez peitar todas as incoerências que vão surgindo por aí...
Sabia que é horrível pra mim também, não conseguir conter essas mágoas dentro de mim?
Sabia que é horrível ter deixado que elas espirrassem em você?
Estou olhando pela janela agora... Tenho que fazer escolhas e não posso dizer que será a menos dolorosa...
Se é dramático? Sim, eu sei que é!
Você simplesmente acha que não vi! Que não percebi! Que não sentia... Mas eu vi, percebi, senti...
Mas é claro, vamos continuar sorrindo... Nada que uma boa moldura não disfarce o conteúdo em necrose... Dorian, Dorian... Esse belo sorriso é o mesmo que resplandece na tua obra eterna?
Por outro lado, eu também me responsabilizo, porque mesmo quando percebi, pensei que seria forte o suficiente para não sentir e para ser despojada na medida certa! Que babaquice... Não consegui!
Não posso deixar de ser quem sou... E todas as formas que tentei para sair de mim e me adequar as realidades desse universo, só fizeram aumentar esse buraco negro no peito, que só consome tudo que vai se aproximando...
Não sou uma pedra... Mas também nunca fui uma rosa...
Acho que sou meio que como uma flor do deserto... Sobrevivo a sequidão, aos intempéries da natureza e das ações humanas... Resisto a quase tudo... Mas ando descobrindo que não sou o tipo de flor, que se colhe...
Tanto tempo na sequidão de alguma forma você aprende a ser como ela... E isso não é algo pensado!
É até algo que precise de ser mudado...Mas como?
Todas as minhas mudanças até então, só fizeram o que já disse: o buraco negro!
Ainda assim é necessário...
Estou tentando...
Só tenha paciência... E senão puder corra mesmo...
Não quero e não posso prender ninguém a essa montanha russa!

Nenhum comentário:

Postar um comentário